Você sabe como surgiu o Pó Mink?

Por Carla Genaro

Eu e minha sócia, Mariana, fizemos Engenharia Química na Universidade Tecnológica Federal do Paraná em Ponta Grossa. Em uma das etapas, durante o desenvolvimento do nosso TCC (que era sobre minerais), surgiu um pó bem fininho. Foi quando nosso professor orientador Thiago do Prado (seremos sempre gratas por isso 😊) olhou para o pó e disse: “Esse pó parece muito com a maquiagem que minha esposa usa”, e realmente, era muito parecido com um pó facial solto. Então decidimos pesquisar a respeito de composição e propriedades desse mineral. Depois de muita pesquisa e muitos testes (em humanos sempre), descobrimos que ele é mágico 😍. Percebemos que ele cobre levemente todos os tons de pele, desde a pele mais branquinha até a mais negra, percebemos que, com o uso contínuo, ele é capaz de reduzir a acne aparente da pele. Sem falar que absorve toda a oleosidade da pele e é hipoalergênico! Começamos (eu e Mari), então, a usar o pó para comprovar todos esses quesitos e ainda descobrimos que ele dura por mais tempo na pele que os pós disponíveis hoje no mercado. É ou não o melhor pó do mundo?

Depois disso, começamos a otimizar o processo de obtenção do pó, depositamos a patente em dezembro de 2017 e chegamos ao que é hoje o Pó Mink!

Se você ainda não usou, não sabe o que está perdendo!

Clique aqui e compre já o teu 😉