Produto vende, mas embalagem convence! | Mink Cosméticos

Produto vende, mas a embalagem convence!

Por Mariana Nascimento

A embalagem é um item importante no posicionamento da marca. Isso porque, além de proteger, estocar e transportar o produto, ela é um ponto forte de comunicação com o cliente. Nela são encontradas todas as informações técnicas necessárias, mas não somente isso. As cores, imagens e fontes escolhidas são uma maneira de demonstrar os valores da empresa.

Em muitos casos, a embalagem é o primeiro contato do consumidor com a marca. Na maioria das vezes, é o modo mais frequente de interação. Por isso, o processo de criação, desenvolvimento e produção deve ser levado muito a sério.

Nós trocamos nossa sacola de “plástico verde” pela de papel, sabe porque? Além de mais bonita, combina mais com a imagem que queremos transmitir, além de ser um item que você pode usar pra carregar outras coisinhas depois e de tão linda já é a própria embalagem de presente, BACANA né?!

A preocupação social e ambiental ganhou espaço entre os consumidores e quem aposta nisso consegue pontos importantes na percepção da marca, a experiência de compra. A preocupação com o planeta acaba pesando na decisão de compra.

“O desenvolvimento sustentável significa responder às necessidades das gerações presentes sem pôr em perigo a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades — ou seja, uma melhor qualidade de vida para todos, agora e para as gerações vindouras”. (Revisão da Estratégia de Desenvolvimento Sustentável da UE, 2009)

Podemos simplificar dizendo que a sustentabilidade é a capacidade de produzir e consumir, utilizando recursos naturais, sem comprometer as próximas gerações. Partindo desse ponto, é possível entender o peso da sustentabilidade para a geração de valor de uma marca. Isso acontece porque, com ações de preservação e recuperação do meio ambiente, a empresa é vista pelos consumidores de maneira positiva.

A sustentabilidade pode ser incorporada na estrutura da empresa através de diversas ações. Economia de água, energia, reaproveitamento de materiais e reciclagem são as mais comuns. Entretanto, alguns setores possuem características que permitem medidas específicas. A diminuição da emissão de poluentes, de ruídos e a recuperação de áreas degradadas são ótimos exemplos a serem seguidos.

Outro ponto crucial é o descarte correto de lixo e resíduos de produção. Siga sempre as legislações ambientais e garanta que os descartes estão indo para o lugar correto, evitando assim multas e outros prejuízos à imagem da empresa.

Ao pensar em uma embalagem sustentável, é preciso levar em consideração três pilares: social, ambiental e o econômico. Além disso, o ciclo de vida da embalagem deve ser analisado para que se tenha o panorama geral do seu impacto no planeta.

No entanto, é preciso entender que não existe um processo de produção completamente sustentável. A sustentabilidade é uma jornada em busca das melhores opções para aperfeiçoar as técnicas e reduzir ao máximo o impacto no meio ambiente.

A sustentabilidade não tem uma forma definida de certo e errado. Ela é um processo de produção e consumo que visa diminuir o impacto ambiental. Logo, existem grandes variações entre os níveis alcançados.

As escolhas dos materiais vão depender das características do produto e do seu uso. Um dos exemplos são as sacolas, que enquanto é possível reutilizar com mais facilidade as sacolas de papel, além do material ser biodegradável e a sua produção pode e deve ser feita de forma responsável, as sacolas plásticas vêm enchendo há muito tempo os lixões, rios e por lá ficarão por centenas de anos.

Alguns itens são mais facilmente substituídos, porém outros são mais complicados e dificilmente serão. Vale ressaltar que o plástico foi e é revolucionário, diversas aplicações e itens são possíveis por causa do surgimento do mesmo, desde ter influenciado na segunda guerra mundial até possibilitar a higiene adequada nos hospitais.

Vamos buscar sempre os melhores materiais para embalar nossos produtos e em breve lançaremos nossa política de logística reversa!

Fonte: https://blog.ideiaembalagens.com.br/embalagens-sustentaveis-qual-a-importancia-para-as-marcas/